Picanha no Espeto


Picanha no Espeto

Picanha no Espeto

Picanha no Espeto do sogrão, bem macia, suculenta, no ponto , sem salgar, e muito saborosa. Esta é a receita criada pelo meu sogro.

Picanha no Espeto

Tempo de PreparoTempo de CozimentoTempo TotalPorçõesAutor
25 minutos7 minutos32 minutos3-4Léo Aguiar

Receita:
Ingredientes:
  • 750 a 1 kg de Picanha ou peça pequena
  • 1 xícara de sal grosso
  • 2 colheres cheias de tempero completo (salho)
  • Quanto baste de carvão vegetal
Modo de Preparo:
Corte da Carne:

Todos falam que a carne precisa ser cortada da maneira certa, que o corte influencia na textura e maciez, que o corte isso ou aquilo. Também acredito nisso, mas como não sei ao certo qual o correto, vou indicar como o meu sogro faz. Ele corta transversalmente ao “triângulo” da peça , começando pela base mais larga. Nessa parte mais larga, forma uma “barriguinha”, que é chamado de “cabeça”, que por sinal é uma parte muito dura.

A espessura é em torno de 2 dedos a 2 dedos e meio, pois gosta de fazer tostada por fora e mal passada por dentro. Hummmmm só de pensar da água na boca.

  • Corte a carne como indicado acima e reserve

Não coloque sal neste momento, em hipótese alguma. Isso irá salgar demais e secar a carne

  • Misture bem o sal grosso com o tempero completo e reserve
  • Acenda a brasa até ficar em brasa incandescente, mas sem fogo.
Colocando na Brasa:

A dica para ver a temperatura é colocar a mão a uma distancia de 40 cm da brasa. Se você conseguir ficar mais de 2-3 segundos, é porque ainda esta frio.

  • Passe a peça de carne na mistura de sal e leve imediatamente na grelha ou espeto.

Não fure a carne , pois isso irá sangra-la demais.
Também não fique mexendo de um lado para o outro. Churrasco não é bife de frigideira, que por sinal , também não deve ser revirado , como muitos fazem. A carne fica dura.

  • Leve a carne a uma distância de 10 cm do braseiro.
  • Deixe tostar em torno de 5-7 minutos de cada lado, dependendo do ponto que se quer, batendo um pouco para tirar o excesso de sal ao virar.
  • Fatie o bife, também transversalmente de forma que todos os pedaços tenham gordura.

Sirva com farofa, arroz, molho à campanha ou se quiser faça como eu, coma puro!!!!
Servem de 3-4 pessoas

Conheça a História de como aprendi esta Receita:

Todo mundo tem uma receita de picanha. Todo mundo sabe fazer a carne de alguma forma diferente, seja na grelha, na brasa, na chapa ou até no forno. Eu trago uma receita da Picanha no Espeto feita pelo meu sogro, que é preparada na churrasqueira, e como a churrasco de costelinha de porco na mostarda que postei aqui, também leva aquela mistura de “sal com sal”. Tempero simples, saboroso e diferente, que dá à carne uma pitada de sabor, perfeito para o churrasco. Sai do padrão “carne e sal grosso”, que por sinal, não tenho nada contra, e até prefiro do que certas maluquices que fazem por aí. Tem gente que faz picanha com abacaxi, queijo parmesão, alho e pimentão, tudo junto.

A Picanha no Espeto é um destes legados da culinária brasileira, na minha opinião logicamente. Além de traduzir parte de nossa vasta cultura gastronômica, cheia de ramificações e origens , também esta fortemente relacionada ao evento “churrasco”, paixão dos brasileiros. Já imaginou ser convidado a um churrasco , e servirem Picanha fatiada ao molho selvagem de manga!!!!! Com certeza, você iria comer 1 pedaço, no máximo, diria que apenas deu uma passadinha para não deixar de ir e sairia correndo para uma churrascaria, sonhando com aquela tradicional picanha nobre.

Assados de carne por aí e no Brasil:

O churrasco como é feito aqui no Brasil, só existe aqui!!!! Poderia ser feito em outro canto da mesma forma, como a macarronada o hamburguer, mas não é.

Na Argentina e Uruguai, também existe o costume do churrasco, mas o corte da carne não é o mesmo que o nosso e tampouco o tipo de coisa que colocam na conhecida parrillada.

Na Itália, coloca-se polvo e outros pescados na brasa, mas também , o churrasco de lá, não se parece com o do Brasil. Eles até tem um assado bovino maravilhoso, feito na brasa, a Bisteca a la Fiorentina, que por sinal não temos por aqui, mas também não tem a picanha, maminha, alcatra, fraldinha, o contra-filé, e etc….

Nos Estados Unidos, dono da cultura Yanke do Barbecue, o churrasco é feito em carrinhos específicos, que assam a carne em uma mistura de gás e carvão. Além disso, os norte-americanos costumam usar hamburguer e carne de porco emplastradas de molho picante com gosto de fumaça. Adoro também!!! Ficam saborosíssimos, mas em todo caso, é diferente do nosso churrasco.

 

Banner Artesanato Gourmet Flores Lindas

MENU